EVIPLAN

VIRTUAL REALITY MANAGEMENT

gallery/logo imagem ave
BlackBeltSimulation
Simulation Lean Six Sigma

Empowering Next Generation of Focused Improvement Professionals for Future Business Certainty

 

 

Facebook
LinkedIn
TwitterEviplan
YouTube

O PROBLEMA OPERACIONAL (caso prático)

 

Imagine ao mesmo tempo a oportunidade de formar um grupo de simulação e programação matemática em projeto de sistemas industriais, capacitar outra equipe em refinada tecnologia de análises Lean, e ao mesmo tempo formar outro time em Seis Sigmas, tudo isso na mesma planta industrial... Parecia muito bom... Até que os 3 times foram envolvidos em um só "Kaizen"...

 

Em um mesmo processo, três fortes equipes de engenharia industrial, logo mostraram a que vieram... Os "belts" já identificaram defeitos, a equipe Lean viu oportunidades de melhoria em NVAA. A chegada da equipe de simulação mostrou que o projeto da linha de montagem estava perfeito. E a manutenção deveria continuar com seu programa direcionado pelo "Pareto de Quebras" . Só que isso não resolveu o problema...

 

Ao mesmo tempo em que cada equipe enxergava oportunidades de melhoria de processos, ficou claro que o que cada time enxergava era diferente e o pior, conflitante. Por mais que o modelo estivesse organizado, por exemplo com ferramentas como "Matriz B de Perda Causal/Resultante" e "Matriz D Perda/Método", o conhecimento e a natureza das pessoas na prática, inviabilizaria o máximo resultado.

 

É claro que um ano aplicando Lean e Problem solving fora dos gargalos não vai resolver nada, ainda mais quanto temos uma situação de "gargalos flutuantes" em uma linha com variado mix e volume...

 

Quanto mais capacitada a equipe, na prática suas soluções são impostas em detrimento de outras, que ficam naturalmente em segundo plano. Como propor uma outra abordagem se a equipe de manutenção está acostumada a pensar linearmente em "Paretos de Quebras" em uma operação one-piece-flow com alta complexidade e interdependência? Veja na nossa aula como aplicar o livro "A Meta" em uma linha de montagem de altissima tecnologia, a estratégia dos escoteiros...

 

Identificamos um ponto que chamamos de "A Barreira da Eficiência"  que é o maior desempenho possível com a aplicação tradicional das técnicas conhecidas onde uma metodologia predomina sobre a outra sem razão adequada. É possível medir claramente a magnitude da ineficiência com as outras oportunidades perdidas. O ambiente da Indústria 4.0 trouxe novos desafios ao profissional de operações.

gallery/f7e1620a089910d1707efa64e3543150 samuraired

O Black Belt Simulation domina os Elementos do Alto Desempenho, é o profissional de análise avançada de processos na era da Indústria 4.0

 

conhecimento, tecnologia & colaboração

 

A Eviplan avalia os processos e identifica oportunidades de sinergia para redução de perdas e, sem preconceitos entre metodologias e capacita e fornece tecnologia com real capacidade de romper "A Barreira da Eficiência" e levar o profissional a um novo patamar de resultados.

 

Na raiz de cada restrição reside um paradigma e aqui encontramos dois deles, o "Paradigma da Competição Metodológica" e o "Paradigma da Colaboração", porque as pessoas naturalmente tentam resolver os problemas com o conhecimento que detém, com natural dificuldade para entender e participar de algum trabalho com técnicas que não lhes fazem sentido.

 

A combinação das três abordagens somente seria possível com o uso da mais avançada tecnologia de análise de processos (Lean), operação com Digital Twin (Simulação) para enxergar as perdas de subotimização e a capacidade profissional de dominar a variação (Six Sigma) com a compreensão das distribuições de probabilidades em uma lógica que realmente represente o problema a ser estudado.

 

Para simplificar, sabemos que um verdadeiro campeão de MMA (Mixed Martial Arts) deve dominar a técnica de luta corporal, a nobre arte do boxe, e também as técnicas de chutes, não há mais espaço para ficar vendo qual técnica é melhor, o verdadeiro campeão domina as três.

 

Em parceria com a Lanner (UK), na área de simuladores e com a Applied Computer Sciences (USA), para análise (Lean) de processos com vídeo, a Eviplan criou 10 simulações avançadas (Digital Twin) e as de dinâmicas da série "Fábrica de Carros Lean". Tudo isto foi agrupado junto com o Lean Six Sigma de um modo totalmente integrado, englobando desde áreas de operações logísticas até aviação e bancos.

 

podemos ver o futuro, e provar!

 

A Eviplan forma uma nova classe de profissionais capazes de criar e interagir regularmente com Predictive BI Dashboards, rapidamente rodando cenários para determinar a melhor solução possível, e trabalham confortáveis porque criaram um modelo de alta confiabilidade e que operam colaborativamente com times que coletivamente entendem a necessidade de soluções preditivas que consideram as incertezas.

 

Executamos projetos e fornecemos toda a tecnologia (softwares) de Gestão Preditiva de Operações com Digital Twin, o que permite medir o comportamento, calcular o risco, remover as incertezas, criar estratégias, planejar, otimizar, comunicar e também descobrir o caminho certeiro adiante. Uma capacidade que permite permanecer competitivo diante das demandas dos mercados do futuro.

 

Aplicamos vídeo análise e simulação em medição de produtividade e eficiência dos processos, apontando lista de gargalos, pontos de melhoria e diagnóstico de sistemas operacionais complexos. O domínio dos Black Belts sobre processos e as distribuições de probabilidade também se constitui em um forte diferencial sobre especialistas em simulação, apenas. A palavra aqui é sinergia.

 

Nós entregamos certeza para fortalecer os negócios inteligentes na nova era da Indústria 4.0. Prova de conceito operacional futuro.